Museu da Ci�ncia - Universidade de Coimbra

Odette Ferreira - Construir Futuros

A Professora Odette Ferreira foi alguém muito especial, que se destacou pela sua ousadia.
Lutou pelo desenvolvimento da investigação científica em Portugal, que culminou na descoberta do VIH-sida tipo 2.
Enfrentou uma sociedade conservadora onde não se debatiam assuntos tabu, tendo combatido a ignorância e o preconceito, na tentativa sempre renovada de salvar vidas humanas, e de que é exemplo o Programa Troca de Seringas "Diz Não a Uma Seringa em Segunda Mão".
A defesa dos marginalizados pela sociedade mostrou que o seu exemplo de vida ultrapassa em muito os feitos notáveis alcançados.

Professora Odette Ferreira foi alguém muito especial, que se destacou pela sua ousadia.
Lutou pelo desenvolvimento da investigação científica em Portugal, que culminou na descoberta do VIH-sida tipo 2.
Enfrentou uma sociedade conservadora onde não se debatiam assuntos tabu, tendo combatido a ignorância e o preconceito, na tentativa sempre renovada de salvar vidas humanas, e de que é exemplo o Programa Troca de Seringas "Diz Não a Uma Seringa em Segunda Mão".
A defesa dos marginalizados pela sociedade mostrou que o seu exemplo de vida ultrapassa em muito os feitos notáveis alcançados.

MAIS INFORMAÇÕES

Organização: Associação Nacional de Farmácias e Museu da Farmácia
Local: Museu da Ciência, Colégio de Jesus
Horário do Museu
Entrada gratuita

 

Esta exposição está integrada na 22ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra, dedicada ao tema "Ousadia(s)".

Em 2020, a UC celebra 730 anos de existência, um marco de longevidade e de resiliência que só foi possível pela capacidade que a instituição teve de, durante a sua história secular, saber “ousar” para ir mais longe, para antecipar soluções e para olhar além de barreiras contextuais. O tema da Semana Cultural procura precisamente estimular a revisitação dos momentos em que artistas, personalidades, movimentos e a própria UC “ousaram” questionar e inovar no seu tempo, abrindo novas sendas de ação e de pensamento. A essa revisitação de “ousadias” várias que marcaram o curso da história, pretende-se juntar a “ousadia” maior de construir e antecipar o futuro, de nutrir o impulso largo e perene da inovação.

Ver aqui o programa completo.